quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Capítulo 9 - Um Doce Pôr-do-sol - fanfiction "A New Life"

Eu estava sentada, encostada ao poste da baliza, olhava o campo lembrando-me do jogo fulgurante que se tinha passado ali… as nuvens no céu, que agora se pintava em tons de rosa, laranja e vermelho… o Pôr-do-Sol tornava o campo de futebol ainda mais bonito, tudo ficava mais belo e brilhante. Era uma paisagem lindíssima.
Mas não era só no jogo que eu tinha a cabeça… o meu pensamento voava sempre para ele… Não havia maneira de não tentar pensar nele, porque… eu tinha a certeza, eu amava-o… desde o primeiro dia em que cheguei a Nankatsu. Agora eu sabia perfeitamente que o que eu sentia por ele, e que nunca sentira por mais ninguém… era amor, era paixão era tudo para o meu coração…
De repente sinto uma pequena agitação no solo, alguém que se aproximava a largos passos de mim, eu fazia uma pequena ideia de quem seria, mas não tinha coragem de desviar o meu olhar do pôr-do-sol para ver quem era… Eu tinha a certeza de que iria ficar com o meu olhar preso no dele. Tive coragem o suficiente para erguer a cabeça e ver quem se aproximava. Era ele, eu sabia… não havia solução fiquei de novo com o olhar preso nos seus olhos penetrantes… Agora reparava que o Pôr-do-Sol fazia com que os olhos dele ficassem ainda mais belos e brilhantes…
Ele senta-se junto a mim e pergunta olhando o pôr-do-sol: Em que é que estavas a pensar?
Em ti… não consigo parar de pensar em ti, Toby Misaki.
- Em nada, só estava a pensar no jogo amigável…
Toby: foi um belo jogo… – disse focando o seu olhar em mim – tu jogaste muito bem. Adorei o teu Skywing Shoot, estavas linda… – disse com os seus olhos cor de chocolate a “derreterem-se” desmesuradamente.
Eu sentia um calor a subir-me para as minhas maçãs do rosto, estava de novo a corar.
- Pois… ah… eu acho que tu és um jogador formidável, tu e o Oliver fazem uma grande dupla – Fiz uma pausa e prossegui: obrigada por me teres salvo…
Estávamos o suficientemente perto para eu conseguir sentir a sua respiração calma e atordoante a embater na minha cara. Se eu olhasse para os olhos dele naquele momento acho que iria desmoronar ali mesmo, não me iria conseguir conter nem mais um pouco.
Infelizmente, eu olhei e de novo o meu olhar ficou preso no dele. Eu não aguentava mais, não podia continuar a adiar aquilo que eu tanto queria. Aproximei-me lentamente dele, os nossos olhos estavam presos um no outro, os meus lábios tocaram os dele, ansiosamente e docemente. Nunca tinha sentido algo tão forte como o que agora sentia pelo Toby. Os seus lábios carnudos e doces faziam com que eu não conseguisse parar, faziam com que eu continuasse ainda mais ansiosa do que antes. Enquanto as nossas bocas se mexiam sincronizadamente, eu descobria cada pedacinho da boca dele… eu podia sentir o seu ritmo cardíaco a acelerar a cada segundo que passava.
Eu desvio-me um pouco para o olhar nos olhos. Mas não conseguia, não naquele momento, depois de ter feito o que fiz não… mantive o meu rosto virado para baixo, sem conseguir olhar para ele.
Ele puxa o meu rosto para cima, olha-me nos olhos com o seu olhar quente e meigo que me deixava quase sem ar. Ele aproxima lentamente o seu rosto do meu e prenuncia baixinho: Amo-te… – ele inclina-se um pouco mais até os seus lábios tocarem de novo os meus. Os nossos corações a baterem ao mesmo ritmo acelerado, o seu cheiro doce, os seus braços fortes e musculados, as nossas bocas sincronizadas, o Sol que se punha por de trás das montanhas, um último raio de luz que ficava visível no céu, faziam com que tudo parecesse mágico naquele momento…
Ele afastou-se um pouco, eu não queria que ele se afastasse, não agora. Só me apetecia beijá-lo ainda mais, sentir o palpitar do seu coração, o seu corpo quente, os seus lábios doces…
- Toby… – disse eu com a respiração irregular – há muito tempo que esperava por ti… Eu amo-te Toby Misaki.
Toby: e eu a ti – disse com um espantoso brilho no olhar, com o chocolate dos seus olhos a derreter-se a cada segundo.
Os meus lábios voltaram a tocar os dele, de novo ansiosos e sequiosos dos seus lábios doces e delicados.
Seria possível, que eu não conseguisse parar? Rita controla-te – dizia eu a mim mesma, mas os meus lábios não me obedeciam.
Começava a escurecer, as estrelas começavam a aparecer no céu, ofuscantes.
Finalmente consegui desviar os meus lábios dos dele, mas a minha vontade persistia, por isso abracei-o, podia sentir a sua respiração apaziguante e o seu ritmo cardíaco acelerado, tal como o meu.
Ficámos os dois abraçados a olhar o céu, que se enchia de estrelas.
- Adoro-te – disse eu com uma enorme carga de ternura na voz.
Toby: Eu também te adoro – disse tocando de novo os meus lábios.

---

Já estava a ficar bastante frio no campo coberto de estrelas, mas eu não sentia frio algum, ele era quente, eu não o conseguia largar… Queria continuar abraçada a ele, sentindo o calor agradável e doce que emanava do seu corpo, sentir o seu coração a palpitar, era um som que me acalmava, mas já se fazia tarde e a minha irmã já deveria estar preocupada…
Tinha-me distraído completamente com o tempo, a noite já era bastante escura e carregada de estrelas.
Passado um pouco, reparei que ainda estava a envergar o equipamento do Nankatsu, tinha tudo… até as chuteiras, também estava com o casaco do equipamento, era azul e branco e tinha o emblema do colégio estampado no lado esquerdo do peito.
Eu comecei a rir-me baixinho, ele olhou para mim confuso e perguntou: De que te estás a rir?
- De nada, só agora reparei que ainda tenho o equipamento vestido… – disse com o riso a impregnar-me a voz.
Toby: Pois é… Espera – disse olhando para si próprio – mas eu também – disse um pouco espantado.
Ele levantou-se, estendeu-me a sua mão e ajudou-me a levantar.
Ele passa suavemente os seus dedos pelo meu rosto, sorri, esboçando um dos seus sorrisos angelicais, puxa-me pela cintura para perto dele, encosta suavemente os seus lábios ao meu ouvido e diz sussurrando: Amo-te… – ele beija-me de novo, desta vez os seus lábios estavam mais ansiosos do que antes, ele encosta o seu corpo muito mais ao meu, eu podia sentir com toda a precisão todos os seus batimentos cardíacos e o seu corpo quente. Os lábios dele não me deixavam alternativa, só me apetecia beijá-lo ainda mais, ele afasta-se e diz: temos de nos despachar… não podemos demorar muito mais… – disse com um leve tom de tristeza na voz.
Eu parecia insaciável, só me apetecia tocar os seus lábios doces e macios, sentir o seu calor, o seu cheiro doce, mais perto, muito, muitíssimo mais perto. Eu não me preocupava com o tempo, era a coisa mais insignificante naquele momento, não me importava mais nada, só ele.
- Eu quero-te Toby Misaki – disse com a voz trémula, mas cheia de desejo.
Toby: Eu já sou teu… – disse com uma carga imensa de ternura e carinho na voz.
As palavras dele fizeram com que o meu coração batesse demasiado rápido, nós ainda estávamos bastante perto, tenho a certeza que ele sentiu o meu coração acelerar assim que ele proferiu tais palavras.
Ele sorriu quando sentiu o meu coração a acelerar e disse: vamos… temos de nos despachar – as minhas faces estavam a escaldar, a minha tensão subia a cada segundo.
Fomos os dois de mão dada até à rampa de acesso aos balneários.
Eu perguntei: Toby…
Toby: sim?
- Eu, eu… – bolas, não saia nada da minha boca! - Não tens frio? – Foi a única coisa que consegui perguntar.
Toby: Um pouco, mas eu aguento – mal ele acabava de prenunciar a frase eu já o abraçava fortemente.
Ele sussurrou-me ao ouvido: assim estou muito melhor… – eu não conseguia deixá-lo, estava completamente viciada nele… não o podia largar um segundo.
Tive de arranjar bastante coragem para dizer: vou tomar um duche e mudar de roupa.
Toby: Eu também, vemo-nos fora do campo – disse esboçando um sorriso encantador, que me deixava quase sem ar. Descemos os dois a rampa e cada um dirigiu-se para o seu balneário. Passado um tempo, depois de tomar duche e vestir o fato-de-treino, eu estava a sair do balneário e assim que abro a porta vejo de novo um anjo que sorria para mim, o seu cabelo estava molhado, ele estava mais belo do que nunca.
O meu coração tinha acabado de rebentar.
Toby: importas-te que te acompanhe até casa? – Perguntou um pouco inseguro.
- É claro que não me importo, vai saber-me muito bem ter-te comigo – disse com as faces a corar.
Ele colocou o seu braço à volta do meu tronco, nós fomos os dois a caminhar lentamente até minha casa.
Toby: bem, a princesa está entregue… – disse ele com um pouco de tristeza na voz.
- Obrigada, adoro-te.
Toby: isso é bom… porque, eu também te adoro – disse beijando-me de novo, fui apanhada totalmente de surpresa, o meu coração acelerou assim que os seus lábios tocaram os meus.
Ele afastou-se, novamente foi cedo de mais para os meus lábios impacientes.
Toby: eu tenho de ir – disse ainda com o seu rosto encostado ao meu.
- Mas… – afastei mais o meu rosto e vi que os seus olhos estavam tristes, então propus: Porque não jantas connosco?
Toby: eu?
- Sim… – disse eu sorrindo.
Toby: eu acho que vou aceitar – disse com as suas faces a ficarem rosadas.

28 comentários:

  1. Não há para descrever este capítulo!
    Já se sabe qual é o resultado...
    Continua assim

    ResponderEliminar
  2. Adorei adorei!
    Agora que já sei este desfecho estou muito mas mesmo muito curiosa com o desfecho que terá a "história" do Benji!
    Continuem assim!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. que querido +.+ o toby é LINDOOO!

    ResponderEliminar
  4. Amei, e estou a amar!
    Continuem assim!

    ResponderEliminar
  5. uma semana de NEW LIFE é que era!
    se não fosse pedir de mais

    ResponderEliminar
  6. esta fanfiction , na minha opinião é a melhor de todas ! é tão realista , não sei , não há palavras , adoroo .
    tens mesmo jeito para isto , continua rita (:

    ResponderEliminar
  7. concordo contigo Rita , espero que esta fanfiction dure bastante tempo , é lindaaaa ! *-* $:

    ResponderEliminar
  8. Adorei , eu sei que é muito tarde mas para vir este bolg estou acordada o tempo que eu quiser.
    Eu sabia mais tarde ou mais cedo isto ia acontecer.

    ResponderEliminar
  9. também ja tenho esse vicio de vir logo ao blog!
    OBS : espero que não se importem da imagem de naruto, é que quando mudo a imagem num, muda em todos.

    ResponderEliminar
  10. Esta fanfiction esta um espectáculo mas ainda estou co curiosidade para saber como vai terminar o desfecho com a patricia e o benji

    mas esta super fixe

    ADOREI (L)

    ResponderEliminar
  11. I love Benji!!!!!!!!!!
    LLLLLLLIIIIIIIINNNNNNNNNNDDDDDDDDDDDDdOOOOOOOOOOOO!!!!

    ResponderEliminar
  12. Fica com ele que eu não me importo!
    (desculpem lá por uma coisa de outr série em conversa)o sasuke é mt bonito!
    vê esta imagem:
    http://quizilla.teennick.com/user_images/S/SP/SPA/SPARKY252/1243646070_3766_full.jpeg

    ResponderEliminar
  13. hoje não há prendinhaa? :D

    ResponderEliminar
  14. Anónimos, não é perciso discutir, já houve aqui muitas discussões, já chega ok? o benji chega para todas!

    ResponderEliminar
  15. Concordo completamente JessicaBarros!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Não tava a pegar! LoL tava a brincar.

    ResponderEliminar
  17. E eu vi ixo komo brincadeira, odeio discussões!

    ResponderEliminar
  18. será que as nossas autoras estão a preparar alguma coisa para nós? :D
    já vai para aqui muita Andreia LOOL

    ResponderEliminar
  19. bom, também não pode ser todos os dias :(

    ResponderEliminar
  20. O BLOG FOI ABANDONADO? :O :( :S

    ResponderEliminar
  21. Esta fanfiction e perfeita, estou mortinha para ver o que acontece a seguir.

    Uma pessoa derrete-se ao ler esta fanfiction,e adorei que houvesse um pedacinho portugues a interagir com as personagens da serie.

    Muitos parabens a quem a escreveu (penso que seja a Rita) pois a fanfiction ta uma maravilha.

    ResponderEliminar
  22. Muito Obrigada a todas..

    Não o blogue não foi abandonado, apenas não podemos fazer posts todos os dias...

    ResponderEliminar
  23. eu n concordo muito com voces eu acho o karl heinz sheneider mt lindo
    loiro de olhos azuis mas ok os gostos nao se discutem. esta e a minha fanfaction preferida adoro concordo com a suzana uma pessoa derrete-se ao ler esta fanfaction eu tremo toda de excitacao muito linda amei e continuarei a amar o meu medo e que quando eles acabarem de dar na 2 me esqueca deles por isso vamos faxer de todo para n nos esquecermos deles ok?
    quem concordar comigo deixe um comentario eu acho que todas nos temos este medo vamos faxer de todo e epah ja me esquecia que que e capitao e o oliver

    ResponderEliminar
  24. ah desculpem tenham todos os que visitam o blog um bom ano novo e que n se esquecam de ver a road to 2002 porque e maravilhosa

    ResponderEliminar
  25. adorei,aserio o toby é giro nao é .............mas o julian é mais ok estou a brincar..........mas esta lindo continua

    ResponderEliminar